quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Somos feitos para envelhecer!



Vamos envelhecer! Essa é a única certeza que temos com relação ao futuro não é? O tempo vai passando e vamos admitindo e se conformando com isso...ou quase! Algumas pessoas são mais resistentes à idade e aos efeitos, tentando de todas as maneiras esconder ou retardar o envelhecimento, procurando (a grande maioria delas) opções estéticas até certo ponto pesadas para o bolso, mas que satisfazem o desejo de se sentir jovem. Intervenções cirúrgicas, tratamentos caríssimos e produtos sofisticados. Tudo para que a “idade” passe despercebida aos olhos...dos outros!!! Hoje em dia homens e mulheres não medem esforços para fazer você acreditar que estão física e esteticamente jovens. E tomem cuidados, pois perguntar a idade é uma pergunta indiscreta e até certo ponto ofensiva! Atenção mulheres, vocês estão com a esmagadora maioria da população que recorre a esses meios. Faço uma pergunta: e a saúde?

Fisiologicamente, o corpo está programado para isso acontecer. É um processo natural, onde num determinado momento as células do nosso corpo não conseguem se renovar mais. Isso causa mudanças significativas no nosso organismo e o hábito alimentar descontrolado, excesso de exposição ao sol, falta de exercício físico, stress, o fumo e o álcool aceleram ainda mais esse processo.  Perda da elasticidade da pele, queda de cabelo, diminuição da visão e da audição, enfraquecimento ósseo e muscular, diminuição das funções sexuais, diminuição da velocidade de raciocínio e perda de memória e redução da capacidade dos órgãos vitais como coração, pulmões e os rins são os sintomas mais evidentes do declínio. Com certeza, ficamos também mais suscetíveis às doenças, pois nosso sistema imunológico fica fraco. Naturalmente irreversível.

Claro que as pessoas querem se sentir jovens e bonitas e procurar isso é muito bom desde que se procure saúde e qualidade de vida. Não vamos viver 200 anos, mas podemos viver 80 magnificamente! Lembre-se que quanto mais forte, ativo e saudável você estiver mais devagar serão os efeitos do envelhecimento. Quanto mais jovem você começar a se preocupar com a saúde, mais longa será sua vida!


A estética é muito importante sim, não podemos deixar de lado, mas procure investir mais na sua saúde, fazendo atividades físicas regulares e procurando hábitos alimentares saudáveis. Busque a leitura como uma forma de manter o cérebro ativo. Sabia que aqueles livrinhos de palavras cruzadas são ótimos para o raciocínio? Evite os excessos, trabalhe o suficiente e de a devida atenção ao sono. Cultive as amizades e a família. Com certeza nosso envelhecimento será lento, confortável e prazeroso! 

Um abraço meus queridos!

Prof. Esp. Rodrigo Sacilotto

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Treinamento muscular não é malabalismo!




Nesse ano completo dez anos como professor de musculação, personal trainer e preparador físico. Por minhas andanças, dei aulas em duas academias, fui preparador físico de taekwondo e handebol e hoje procuro me especializar em ser técnico de corrida de rua. Posso dizer que vi e ouvi muitas coisas sobre treinamento, exercícios, artigos, etc. Com o tempo, estudos, práticas do dia-a-dia e respostas dos alunos com relação aos vários tipos de treinamento, fui criando o meu conceito e a minha metodologia de trabalho. Tudo de acordo com a experiência e sempre apoiado nos artigos científicos randomizados, que nos dão suporte para diversas situações. Posso falar que me assusto com o quê tem se divulgado na mídia por meio de vídeos, por exemplo, sobre exercícios e tipos de treino que ditos profissionais aplicam sobre seus alunos. Pior que estão sendo copiados por outros profissionais sem uma linha de estudos, e os clientes/alunos acabam sendo seduzidos.


Hoje existem algumas variações de treino que a partir dos estudos, podemos aplicar nos alunos de acordo com sua necessidade, como por exemplo, exercícios pliométricos (saltos), proprioceptivos (instabilidade), cross-fit e os famosos exercícios funcionais. Cada um com sua especificidade e particularidade. Mas o quê se tem visto por ai são mistos de alguns desses exercícios, aplicados em protocolos de treino que não condizem com seu objetivo, muitas vezes para embelezar o programa do que para efetivamente dar resultado. Você pode se lesionar, vai pagar por um produto que não vai lhe trazer benefício nenhum, ou vai lhe trazer um benefício que não é o que está procurando. Cuidado com esses vídeos da internet que mostram treinos revolucionários! Nada substitui o “arroz com feijão” da musculação, suas variações e máquinas! Nenhum exercício em si é responsável por dar aquele “RESULTADO” tão esperado! O segredo está no conjunto da obra PERIODIZAÇÃO, TREINAMENTO, INDIVIDUALIDADE, ESPECIFICIDADE E NUTRIÇÃO! Posso ficar aqui descrevendo vários aspectos para que você atingir seu objetivo, ou relatar péssimas opções de exercícios que tenho visto, mas prefiro resumir em uma coisa: procure um profissional com boas referências, experiência e conteúdo. Nunca vai se arrepender! Musculação não é marabalismo!

Um abraço a todos

Porf. Esp. Rodrigo Sacilotto

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Dúvidas dos alunos! Não consigo correr, falta alguma coisa? Consigo emagrecer só com treinamento? 3 x 10 é treino de hipertrofia!

Hoje vou responder algumas perguntas que surgiram essas duas últimas semanas, com relação a emagrecimento, hipertrofia muscular, corrida e treinamento. Quero deixar claro que dentro de um universo de artigos científicos, estudos, livros e etc, procuro também colocar a filosofia de trabalho que acredito, então tudo que eu citar estará apoiada em experiências praticas no meu dia-a-dia a partir de referências ok! Vamos a ela:

Não consigo correr, pois me falta muito ar. Será que tenho algum problema ou falta um treino personalizado?



O mais provável é que você não deve estar treinando corretamente. A falta de ar aponta que deve estar correndo em um ritmo, em uma velocidade acima do que seu organismo pode manter. Para isso chamamos de hiperventilação. Quando a intensidade da corrida (velocidade) está alta, existe uma liberação muito alta de lactato (ácido lático) no sangue, trazendo o hidrogênio junto. O problema é o hidrogênio, que “polui” nosso sistema. O sistema respiratório dá conta de se livrar disso, mas a partir de uma certa quantidade, acontece a hiperventilação que já está te avisando de que o sistema vai entrar em falência, e só vai melhorar após a interrupção do exercício. Com um treinamento organizado, de acordo com suas capacidades, as adaptações vão ocorrer normalmente e vai conseguir atingir seu objetivo, melhorando esse incômodo!

Quero emagrecer só fazendo musculação, é possível? Não consigo fazer dieta porque passo muita fome...

Sinceramente, vai ser muito complicado. Primeiro, a musculação pode te ajudar a emagrecer sim, de acordo com objetivos pré-estabelecidos. Existem treinos onde o gasto calórico é alto, mas talvez não seja suficiente para que aconteça o débito calórico diário, que é quando você gasta mais caloria do que come. Não adianta ficar duas, três horas na sala de musculação. O ideal é intercalar com atividades cardiorrespiratórias, como a corrida por exemplo, os famosos treinos em circuito. Gasta MUITA caloria, mas sem dieta, provavelmente nada feito!

Existe apenas um treino de hipertrofia muscular?

Não. Na verdade hipertrofia muscular é o aumento no diâmetro da fibra muscular, a partir de uma microlesão no tecido conjuntivo, ou stress muscular. Visto por esse lado, qualquer treino pode causar hipertrofia! O quê muda é o nível de treinabilidade da pessoa. Existem os indivíduos iniciantes e os treinados, então os volumes (número de exercícios, série e repetições) e as intensidades (cargas) devem estar adequados a eles de forma gradativa. Defendo a periodização do treino muscular para que a fibra muscular sempre encontre “choques” diferentes, causando stress e provocando novas adaptações.


Galera, o quê vale muito a pena é a qualidade do seu treino. Faça ele de forma organizada, seguindo as orientações do seu professor e siga sim uma dieta feita por uma nutricionista. Você vai conseguir  seus objetivos, garanto!

Abraço a todos!

Prof. Esp. Rodrigo Sacilotto


terça-feira, 15 de julho de 2014

Homens X mulheres: grandes diferenças, excelentes semelhanças!


Há muito tempo essa é uma discussão que já foi indiscutível, depois discutível e agora é relativo!!! A diferença entre homens e mulheres! Discussão difícil, principalmente se colocarmos frente a frente em uma mesa, as duas “espécies”. Sim, espécies, pois são tantas as diferenças que só podemos ser de outros mundos que pousaram suas naves aqui, e de lá pra cá conseguiram se procriar, mas gerando seres... diferentes!!! Os homens com seu futebol na TV, cerveja, carros e produtos eletrônicos e as mulheres, com seus cosméticos, cabelos, roupas, bolsas e perfumes. Mas a parte esses detalhes, fisiologicamente e anatomicamente somos iguais em algumas coisas e diferentes em outras. Vamos discutir algumas diferenças aqui, fazendo um paralelo com a atividade física.

As mulheres possuem uma menor densidade óssea e menor índice de massa corporal quando comparadas com os homens, e menor densidade muscular. Dai a grande diferença na força e na potência em várias modalidades.

Devido a formação da pelve ser mais larga e redonda nas mulheres, os joelhos se aproximam e os tornozelos se distanciam, como num movimento de pronação (pra dentro). Isso faz com que exista uma força de contração maior nos músculos vasto laterais do que nos mediais, levando muitas vezes a lesões na articulação do quadril devido a essa instabilidade. Já conheci casos de lesões nessa região, principalmente em mulheres corredoras que exageraram no esforço (overtraining), ou não tinham a devida preparação. Estudando sobre o assunto achei muita semelhança, já que dificilmente se registram casos em homens. O devido fortalecimento, principalmente para a região medial dos membros inferiores (adutor, vasto medial), juntamente com um trabalho de propriocepção muscular pode resolver esse problema!

Tanto os homens quanto nas mulheres tem a produção de um hormônio chamado relaxina (olha a semelhança!), responsável por várias funções como a produção do colágeno, e o aumento da elasticidade e do relaxamento dos músculos, tendões e ligamentos.  Nas mulheres, existe o aumento da sua secreção durante o ciclo menstrual e durante a gravidez em até dez vezes, devido à preparação para o parto. No homem, quase não se mensura. Dai vem o maior problema: nas mulheres a relaxina causa uma maior frouxidão ligamentar das articulações, causando uma maior instabilidade, levando a lesões, diferente nos homens. Mais um motivo para os cuidados com trabalhos de força durante o ciclo menstrual e a gestação, e também a constante manutenção da massa magra;

O tecido adiposo tem várias funções fisiológicas, e é um importante armazenador de gordura, como todos sabem. Tanto homens quanto as mulheres tem seus estoques pra lá de cheios, diga-se de passagem, de acordo com seus hábitos (semelhança!). Porém as mulheres tem um maior acúmulo de gordura por ter menos massa magra que os homens. O tecido muscular é altamente ativo metabolicamente, necessitando de muita energia para realizar determinadas atividades como a corrida. Inevitavelmente, os homens gastam mais calorias que as mulheres. Outro fator determinante é com relação ao hormônio estrógeno. Nas mulheres, é um dos hormônios mais importantes e que determina várias atividades, como a queima de calorias. Pesquisas mostram que mulheres sobre estresse produzem menos estrógeno, diminuindo ainda mais o gasto calórico. Mais uma vez a importância de atividades físicas como a musculação para o aumento e manutenção da massa magra nas mulheres, para se aumentar o metabolismo basal (também nos homens é claro), e atividades que “descarregam” o stress, como a corrida e a dança como exemplos.


Poderia ficar aqui enumerando diferenças físicas e fisiológicas entre homens e mulheres, mas a proposta desse artigo era a de comentar sobre algumas das mais importantes e que nos definem todos os dias. Mas as diferenças e as semelhanças não definem foco, superação e força de vontade: isso vem de dentro de cada um de nós e não se diferencia sobre os sexos. Acredite em você e vislumbre as possibilidades!! Homem ou mulher, todos somos iguais perante Deus, e as vitórias que as conquistas nos trazem serão sempre únicas!

Abraço a todos

Prof. Esp. Rodrigo Sacilotto

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Você sabe qual seu tipo de pisada? Pronada, Supinada ou normal?

Você sabe qual seu tipo de pisada? Pronada, Supinada ou normal?

O pé é parecido, mas a pisada não....


Olá meus amigos fitlaborianos,

Hoje vou compartilhar um artigo que minha Trainee Isabella Campos fez, falando sobre o tipo de pisada para cada um. Um artigo simples e de fácil entendimento, mas muito importante, pois é a dúvida de muitas pessoas!!! Vamos lá!!!!

Você sabe qual seu tipo de pisada? Pronada, Supinada ou normal?
É muito importante saber qual seu tipo de pisada, pois pode prevenir lesões, melhorar desempenho na corrida e facilitar na compra do tênis.
Cada um possui um tipo de pisada específico, essa individualidade vem das características anatômicas dos pés, joelhos e da flexibilidade nas articulações. Procurar um profissional especialista no assunto para saber qual seu tipo de pisada antes de começar a correr, pode evitar vícios posturais, lesões nos tornozelos, joelhos e na coluna.



Fonte da foto:globoesporte.com

As lesões decorrentes do tipo da pisada podem ser crônicas ou agudas. Tudo esta relacionado à carga excessiva concentrada em um ponto do pé que deveria ser mais bem distribuída, pois quando nosso pé toca o solo durante a corrida, o peso corporal é aumentado em até oito vezes.
 As lesões podem ser:
Superficiais- calos e bolhas
Ósseas- fratura por estresse
 Deformidade óssea- joanetes e dedos em garra
 Crônicas- tendinites, canelites

Então lembre se de passar por um especialista em pisadas para detectar qual a sua. Atualmente as empresas fabricantes de tênis abusam da tecnologia para reduzir o impacto e nos proporcionar conforto. A compra de um bom tênis deve ser encarado como um investimento, pois todo gasto feito em prol da saúde é muito bem vindo. É aconselhável que antes da compra se for detectado o erro de pisada procure um tênis especifico e confortável para que corrija a pisada e absorva melhor o impacto, proporcionando uma corrida confortável, divertida e saudável.
          
Trainee da FIT LABORE Isabella Regina Campos
Assessorado pelo Prof. Esp. Rogério Cardoso CREF:91020 G/SP

Comprometidos com o seu sucesso!


Receita de Hoje

Receita da Nutricionista da FIT LABORE  Marcela Mello


Pos-treino solido!!!!

 
#paodebatatadoce!!

Fiz com 50g de batata doce cozida, 1 ovo, 1 col. De sob. De psyllium, 1 col. De sob. De farinha de coco, 1 col. De sob de fermento e 1 col de sopa de agua! So misturar td no mixer e microondas por 2 min.!!! E ai é so comer!!! 


 

Coluna do Caderno Bem Viver do Jornal de Piracicaba - 5 erros no exercicio


Coluna do Caderno Bem Viver do Jornal de Piracicaba - Um novo modelo de treinamento para o seu corpo


Lute a favor do seu joelho no exercício!!!

Lute a favor do seu joelho no exercicio!!!

Ele esta sempre conspirando contra você....


Olá meus amigos fitlaborianos,

Hoje vamos falar de uma coisa na qual muitas pessoas tem grande  medo que aconteça alguma coisa. Os joelhos! Desde a nossa evolução, lá no Australophitecus,  nos nos mantivemos em pé e conquistamos o poder de pinça nas mãos. Mas com esta evolução, vieram os problemas de adaptação que estão presentes até hoje: estalos, dores, torções, rompimentos de ligamentos entre outros fatores comuns, no dia a dia.  Na corrida, durante bastante tempona fase inicial dos treinos, nós da FIT LABORE cuidamos desta articulação com muito carinho, pois, se ferrar o joelho, será para o resto de sua vida. Sempre 3 forças lutam durante a sua vida para que conspire contra o joelho:

1) Desequilíbrio muscular e excesso de treino- A verdade é que se você usa muito uma musculatura, isso irá acarretar em um desequilíbrio, e com isso, facilitará a propensão a lesões. O excesso de exercícios, ou de treinos, também poderão acarretar isso. Ou seja, realizar muito agachamento, correr todos os dias sem estar adaptado para isso ou com a musculatura forte poderão fazer isso.

2) Idade- Não tem jeito, estamos envelhecendo e com isso tudo vai enfraquecendo, principalmente após os 30 anos de idade.Para entender melhor isso, o liquido sinovial que faz a lubrificação das nossas articulações vai diminuindo com a idade. Com isso, envelhecendo, a cartilagem vai ficando mais quebradiça e perde a capacidade de se regenerar, podendo levar a um processo de artrite ou artrose a médio e longo prazo.

3) Mecânica da pessoa- Tem gente que tem joelhos para dentro, outros para fora, frouxidão ligamentar, mau alinhamento da musculatura e isso tudo pode facilitar o desgaste natural da articulação.

Para tudo isso, podemos ajuda você a ter uma saúde perfeita ou perto disso. Uma boa série de musculação, um bom treino periodizado pode ajudar na saúde da articulação. Podemos fazer um plano de exercício para você de acordo com o seu objetivo evitando-se assim o desgaste natural da articulação, seja na musculação ou na corrida. Envie um email rogercbarros@yahoo.com.br ou me adicione no facebook, terei o maior prazer em lhe ajudar.

Comprometido com o seu sucesso,

Prof. Esp. Rogério Cardoso CREF:91020 G/SP

Receita de Hoje

Galera, uma ideia muito legal para quem quer levar coisas saudáveis de forma fácil.


 

Salada no pote de vidro

 
Fonte:prisciladeciero.com.br/blog

Ingredientes

  • Legumes variados: cenoura, pepino, aspargos (cru), etc
  • Molho de salada de sua preferência
  • Verduras variadas: alface, espinafre (cru), folhas de escarola, folhas de hortelã
  • Grãos: de quinua, grão de bico, cevadinha (nesse caso, todos cozidos)
  • Fruta: tomate, cereja, uva passa, manga, kiwi, todos em consistência firme

Instruções

Prepare em camadas:
Primeira camada: molho da salada (mais ou menos 1,5 cm), variando de acordo com o tamanho do pote de vidro.
Segunda camada: escolher 1 tipo de grão cozido.
Terceira camada: optar por um legume consistente: cenoura, aspargos (cortado fino plea diagnonal). Fica bom também com tofu.
Quarta camada (opcional): 4 azeitonas lavadas e cortadas em filetes.
Quinta camada (opcional): fruta
Sexta camada: mix de folhas (não deixe de colocar a hortelã no mix de folhas, fica uma delícia!).
Para consumir a salada, que dura até 2 dias em geladeira, apenas vire o pote todo em seu prato, e então, o molho irá agregar à salada toda quando você dar uma leve mexida.
Dicas importantes: Os grãos deverão ser cozidos sem sal, e o grão de bico al dente. Tirar toda a casca que estiverem soltas. Depois do grão de bico estar cozido, deixar esfriar no próprio caldo, pois ficará ainda mais saboroso.
Passar todas as verduras pela centrífuga de saladas para manter a crocância e deixá-las bem secas. A durabilidade dessas folhas é de até 4 dias na geladeira!

Coluna do Caderno Bem Viver do Jornal de Piracicaba - Festas de Final de Ano


Coluna do Caderno Bem Viver do Jornal de Piracicaba - Por que muitas vezes corremos e não emagrecemos?


Coluna do Caderno Bem Viver do Jornal de Piracicaba -O verão é a estação do corpo


8 passos para mudar sua alimentação!

8 passos para mudar sua alimentação!

Mude, mude, mude...para melhor!


Olá meus amigos fitlaborianos,

Começo de ano, e como sempre, milhares de pessoas começam o ano com o pé direito em busca de uma melhor saúde e objetivos. Uma época de renovação, onde podemos repensar o que fizemos de errado no ano passado, e como podemos melhorar isso neste ano. É necessário! A reflexão nos leva a ser melhores, se soubermos aproveitar isso.

Com isso, a busca pelo emagrecimento é uma loucura. Tem gente que toma remédios, tem gente que faz isso, faz aquilo, faz a dieta nos ovos, a dieta da lua etc... Falo sempre para todos os meus alunos, 70% do emagrecimento é boca, e 30% é exercício. Maluco né? Já escrevi sobre isso aqui, mas é a mais pura verdade! Então, para mudar isso, vamos analisar 8 dicas para melhorar sua saúde e sua alimentação neste novo ano que se inicia! Quero deixar claro que sempre sou a favor de uma consulta a uma nutricionista , que é a profissional mais gabaritada para isso! O que escrevo aqui é a compilação do senso comum nos estudos da área. 

1- Faça um diário alimentar
Durante 2 semanas anote tudo  o que comer. Todos os itens. Vai dar trabalho, mas observe na segunda semana o que comeu de errado na primeira e tente ir alterando aos poucos sem  radicalismo e paranoia.

2- Programe suas refeições
Para a vida precisamos de um planejamento, e para comer idem. Faça uma lista de compras, evite neste momento alimentos que engordem, como carboidratos de alto índice glicêmico e biscoitos, refrigerantes e etc... Prefira alimentos integrais, legumes, verduras, frutas e tudo o que for de mais natural!

3- Coma coisas diferentes
Diversifique suas compras sempre tentando alterar os vegetais, frutas e legumes a cada semana. Faça um carrinho de compras colorido.

4- Realize a integração 
Ganhamos energia pelos alimentos e perdemos pelo exercício físico. Sabia? Básico né?  Então sempre procure comer com a maior qualidade possível, com alimentos ricos de nutrientes e não deixe de fazer seu exercício.

5- Desenvolva suas habilidades na cozinha
Parece brincadeira, mas todos os blogueiros e pessoas que estão servindo de exemplo para os outros no mundo da net, estão fazendo sua própria comida e desenvolvendo esta habilidade que antes não tinham. Tente, nunca se sabe se não vai virar uma Jamie Olivier!!!

6- Comida de verdade
Aquela comida que estraga.Evite muitos alimentos industrializados e coma sempre alimentos que não demorem muito a estragar.

7- Evite comer sozinho
Segundo pesquisa da Universidade da Columbia, na maioria das vezes que estamos sozinhos, comemos mais besteiras. Então, chame seus amigos e prepare uma prato especial e saudável.

8- Cultive sua horta
Eu tenho a minha, tenho um pé de acerola e muitas outras coisas. Você comprando em uma horta, ou mesmo tendo a sua, fará com que esteja mais saudável, pois estará mais comprometido com a sua saúde.

Agora, se alem disso tudo você buscar uma atividade física, me procure. Terei o maior prazer em lhe ajudar. Envie um email para mim no rogerio@fitlabore.com.br ou me adicione no facebook. Vamos entrar 2014 com tudo!!! Muita saúde!!!!

Comprometido com o seu sucesso!

Prof. Esp. Rogério cardoso
CREF:91020 G/SP

Receita de hoje!

Fonte:frangocombatatadoce.com


 
Ave assada com molho de damasco
Write a review
Print
 
Ave
  1. 1 peça de frango ou peito de peru congelado
  2. 1 colher de chá de sal
  3. 1 colher de sopa de tomilho
  4. 1 colher de sopa de manjericão
  5. 1/2 xícara de água
  6. 1/2 xícara de vinho branco de mesa seco
  7. Um fio de azeite
Molho
  1. ½ xícara de geleia de damasco
  2. ½ xícara de damascos picados
  3. ¼ de xícara da mistura feita para "regar" o frango
Ave
  1. Pré aqueça o forno a 200ºC
  2. Bata no liquidificador os temperos com a água e o vinho
  3. Coloque o frango já descongelado em uma assadeira e passe o fio de azeite, em seguida cubra com parte do caldo feito
  4. Cubra com papel alumínio e leve ao forno por 40 minutos
  5. Retire o papel, coloque um pouco mais do caldo e deixe dourar por mais 20 minutos
Molho
  1. Junte todos os ingredientes em uma panela em fogo baixo e mexa até ficar homogêneo e engrossar.
  2. Sirva por cima do frango.

 

Coluna do Caderno Bem Viver do Jornal de Piracicaba - A importância de cuidar para ser cuidado


Coluna do Caderno Bem Viver do Jornal de Piracicaba - A música pode impulsionar seu exercicio


Comece o ano SUPERMOTIVADO para o exercicio!!!!

Comece o ano SUPERMOTIVADO para o exercicio!!!!

Coloque em voga os seus planos....


Olá meus amigos fitlaborianos,

FELIZ 2014!!!!

Este ano é um ano de eleições, de copa, de feriados, de muitas coisas que podem tirar o nosso foco na saúde e no exercicio. O Brasil deve e tem que aprender a votar direito para acabarmos com estas mazelas das quais não termos orgulho como acontece no nosso congresso e no nosso governo federal. Mas enfim,vamos falar de coisas boas! Vamos falar de motivação!

A grande parte das pessoas na virada do ano, colocam como prioridade para o ano que se inicia e realização da atividade fisica. Quem não pratica, quer colocar isso como prioridade! Para isso, sempre nos espelhamos em alguem, em alguma pessoa. No mundo das celebridades da internet, as pessoas se baseiam na Bella Falconi, na Paula Navaez da Corre Paula, na Carol Magalhães, na Debora do Blog da Debs e na Carol Buffara. Existem várias outras pessoas que influenciam a vida de quem quer começar a correr, a fazer atividade fisica, enfim, a se mexer.

Mas ao mesmo tempo,estas pessoas estão longe, são celebridades, não são pessoas "comuns", que vivem o dia a dia, sem terem que cuidar dos filhos, trabalhar 8 horas por dia, enfim, se virar no 7 para fazer sua atividade física. No final do ano, a FIT LABORE lançou um programa de historias com alguns dos alunos mais antigos da equipe. Gostaria de compartilhar com vocês estas histórias, para que você possa se motivar, para que possa mudar de vida, para que possa se inspirar, para que possa se motivar em alguém que esta ao seu lado, que você pode encontrar por aqui nas ruas de Piracicaba, correndo na Rua do Porto. Vamos lá? Espero que goste, pois a história de cada um é unica, e é fantástica. Destas pessoas então, sou o fã numero 1 de cada um destes meus alunos, e com certeza aprendo muito com eles. Para assistir, clique em cima da figura que irá abrir uma nova janela!

Angela Lobão

 
Hélio Grosso

 

Laura Tomita

 

Clarissa Soares


Gisele Moniz


Gostou? É muito legar saber a história de pessoas fantásticas!! Volto a dizer, sou fã de cada um dos meus alunos, pois vejo o quanto lutam para se superarem, para serem melhores, para buscarem seus objetivos. Se você quiser construir sua história tambem em 2014, eu terei o maior prazer em lhe ajudar. Entre em contato comigo pelo email:rogerio@fitlabore.com.br ou rogercbarros@yahoo.com.br ou me adicione no Facebook: Rogério cardoso de Barros. Fico te esperando! Aproveite agora e não deixe para depois!

Comprometido com o seu sucesso!

Prof. Esp. Rogério Cardoso
CREF:91020 G/SP

Receita de Hoje



Plumcake de banana e Quinoa - Marrrrrravilha!!!!!!
Fonte:carolbuffara.com.br
Ingredientes:
2 ovos em temperatura ambiente
1 xícara de chá de farinha de quinua
1/2 xícara de chá de farinha de arroz
1/2 xícara de chá de açúcar demerara
1/4 de xícara de chá de óleo de coco
1/4 de xícara de chá de leite de arroz ou água
1 colher de chá de canela em pó
1 colher de sobremesa de fermento em pó para bolo
1 pitada de sal
2 bananas nanicas bem maduras
3 colheres de sopa de açúcar demerara
1 colher de chá de canela em pó
Modo de preparo:
Untar e enfarinhar as laterais de uma forma de Plumcake. Misturar as 3 colheres de sopa de açúcar
demerara com 1 colher de chá de canela em pó e polvilhar no fundo da forma, cortas as bananas
longitudinalmente e colocá-las em cima do açúcar e da canela. Reservar.
Em uma batedeira bater os ovos com a pitada de sal até formar um composto claro e espumoso,
adicionar o óleo e continuar batendo. Adicionar os demais ingredientes alternadamente batendo
sempre (o fermento por último).
Despejar a massa na forma previamente reservada e assar em forno pré-aquecido a 180 graus por
aproximadamente 30/40 minutos.
Propriedades da quinua: é um alimento de alto valor biológico, ou seja, possui todos os aminoácidos
essenciais que o nosso corpo precisa para funcionar corretamente. É fonte de cálcio, ferro e ácidos
graxos ômega 3 e 6, é rico em fibra e possui quantidades importantes da vitaminas do complexo B. Por
ser rica em proteínas, ajuda no fortalecimento muscular, principalmente para quem pratica atividade
física. Suas quantidades significativas de ômega 3 e 6 são importantes aliados na prevenção de doenças
cardiovasculares e redução do colesterol. Ela ajuda no fortalecimento dos ossos e prevenção de doenças
como osteoporose e hipertensão, devido as suas quantidades de cálcio. As vitaminas do complexo B
auxiliam no bom funcionamento do sistema nervoso, manutenção muscular e síntese de hormônio.
Por ser rica em zinco atua no sistema imunológico e nos processos de cicatrizarão. Não contém glúten,
podendo ser utilizada por pessoas portadoras da doença celíaca.

Até a próxima!!!

Do que você tem medo na corrida?

Do que você tem medo na corrida?

Supere...o seu medo!


Olá meus amigos fitlaborianos,

Estamos chegando a mais um final de ano, cheio de conquistas, e a partir da semana que vem estarei escrevendo sobre como não colocar o pé na jaca neste final de ano com a redução dos treinos e o aumento da comilança! Então, não percam e vamos que vamos!

Treinando muitas pessoas, algumas possuem os mesmos medos. Como na FIT LABORE eu adoro treinar pessoas que estão iniciando ou que não possuem tanta experiência neste sentido, vamos trabalhar estes medos através de algumas dicas.

Câimbra- Esta temida vilã dos corredores não tem um fator principal para que ela apareça. O que posso dizer que alguns estudos mostram que pode ser um sinal de falta de potássio (aquele da banana, do tomate, da laranja), além da falta de alongamento ou do esforço grande na corrida. Ou pode ser também a soma dos três.  Então, deve-se trabalhar ao contrário para evitar isso. Comendo bananas, alongando e treinando que ela tende a desaparecer.

Dor de lado, a Dor no Baço- Uia, quem já não sentiu uma dor no baço quando estava correndo, muitas vezes quando se esta conversando com alguém ou cantando durante a corrida. Dói para caramba! Isso acontece quando ocorre um desequilíbrio entre a inspiração, expiração e esforço físico. Para resolver isso, tem que diminuir a intensidade e voltar a respirar corretamente. Este é o caminho.

Ser o ultimo a chegar- Eu tenho vários alunos que já tiveram este medo. É importe que saiba que a corrida, ou numa prova, existem os que vão para ganhar e outros que vão para se divertir, e se for a sua primeira prova, se divirta e não fique constrangido caso isso aconteça. Tenha orgulho de estar ali quando muitos outros não estão, veja que esta se dedicando a sua saúde, se superando e se realizando por ter concluído uma prova.

Não aguento correr- Logicamente, quem esta iniciando na corrida, não vai virar um corredor da noite para o dia. Crie metas com o seu professor tangíveis! Não queira  correr direto se nunca fez isso. Não crie um situação que não vai gerar um sucesso no seu resultado. Faça o que o seu professor falar e na maioria das vezes , faça a mesma coisa que costuma fazer nos treinos.

Falta de ar- Isso gera dor e uma percepção errada do exercício. Por este motivo, faça uma atividade leve e gradativa, com uma baixa frequência cardíaca. A sensação de falta de ar pode ser gerada pela frequência cardíaca alta ou exercício intenso.

De qualquer forma, se você não quer passar por estes problemas e quer evoluir na corrida, eu posso lhe ajudar. Entre em contato comigo, me envie um email rogerio@fitlabore.com.br ou me adicione no facebook. Terei o maior prazer em lhe ajudar! Teremos um treinamento adequado para a sua realidade!

Comprometido com o seu sucesso!

Prof. Esp. Rogério Cardoso

Receita de Hoje tirei do site Frango com Batata Doce. Vale a pena!



Waffle de Batata Doce com Laranja


Write a review

Print

 
Ingredients
  1. 1 xícara de batata doce assada e amassada (eu fiz ela assada pois fica mais docinha, mas pode cozinhar ela em água para ser mais rápido)
  2. 1 xícara de aveia
  3. 1/2 xícara de leite de soja zero ou água
  4. 2 ovos
  5. 1 pitada de sal
  6. 1 colher de chá de fermento
  7. Raspas de 1 laranja (bem lavada)
  8. Opcional: 1 scoop de whey sabor baunilha (usei o da Universal)
Instructions
  1. Em uma tigela junte todos os ingredientes, exceto as rapas da laranja, e bata com ajuda de um mixer (pode usar um liquidificador se preferir).
  2. Por último, raspe a laranja sobre a massa.
  3. Lembre-se de não raspar a parte branca, pois ela amarga!
  4. Aqueça bem a sua máquina de waffles e vá fazendo a massa.
  5. Se não tiver uma, não tem problema, aqueça uma frigideira e asse como panquecas :)

Coluna do Caderno Bem Viver do Jornal de Piracicaba - Uma revisão sobre tudo o que lemos e vemos


Coluna do Caderno Bem Viver do Jornal de Piracicaba - Cuidado com os hormônios para emagrecer


terça-feira, 17 de junho de 2014

Perguntas da semana, dúvidas dos alunos!



Hoje vou responder algumas perguntas que surgiram essas duas últimas semanas, com relação a emagrecimento, hipertrofia muscular, corrida e treinamento. Quero deixar claro que dentro de um universo de artigos científicos, estudos, livros e etc, procuro também colocar a filosofia de trabalho que acredito, então tudo que eu citar estará apoiada em experiências praticas no meu dia-a-dia a partir de referências ok! Vamos a ela:

Não consigo correr, pois me falta muito ar. Será que tenho algum problema ou falta um treino personalizado?

O mais provável é que você não deve estar treinando corretamente. A falta de ar aponta que deve estar correndo em um ritmo, em uma velocidade acima do que seu organismo pode manter. Para isso chamamos de hiperventilação. Quando a intensidade da corrida (velocidade) está alta, existe uma liberação muito alta de lactato (ácido lático) no sangue, trazendo o hidrogênio junto. O problema é o hidrogênio, que “polui” nosso sistema. O sistema respiratório dá conta de se livrar disso, mas a partir de uma certa quantidade, acontece a hiperventilação que já está te avisando de que o sistema vai entrar em falência, e só vai melhorar após a interrupção do exercício. Com um treinamento organizado, de acordo com suas capacidades, as adaptações vão ocorrer normalmente e vai conseguir atingir seu objetivo, melhorando esse incômodo!

Quero emagrecer só fazendo musculação, é possível? Não consigo fazer dieta porque passo muita fome...

Sinceramente, vai ser muito complicado. Primeiro, a musculação pode te ajudar a emagrecer sim, de acordo com objetivos pré-estabelecidos. Existem treinos onde o gasto calórico é alto, mas talvez não seja suficiente para que aconteça o débito calórico diário, que é quando você gasta mais caloria do que come. Não adianta ficar duas, três horas na sala de musculação. O ideal é intercalar com atividades cardiorrespiratórias, como a corrida por exemplo, os famosos treinos em circuito. Gasta MUITA caloria, mas sem dieta, provavelmente nada feito!

Existe apenas um treino de hipertrofia muscular?


Não. Na verdade hipertrofia muscular é o aumento no diâmetro da fibra muscular, a partir de uma microlesão no tecido conjuntivo, ou stress muscular. Visto por esse lado, qualquer treino pode causar hipertrofia! O quê muda é o nível de treinabilidade da pessoa. Existem os indivíduos iniciantes e os treinados, então os volumes (número de exercícios, série e repetições) e as intensidades (cargas) devem estar adequados a eles de forma gradativa. Defendo a periodização do treinamento para que a fibra muscular sempre encontre “choques” diferentes, causando stress e provocando novas adaptações.

Um abraço galera!
Prof. Esp. Rodrigo Sacilotto

terça-feira, 10 de junho de 2014

O calor e a umidade mandam recados!



E ai galera, tudo beleza? E essa chuva que não vem, deixando o ar mais seco ainda, além desse fortíssimo calor? Para aquelas pessoas que adoram correr na rua, fica o alerta para escolherem os horários do início da manhã e a noite, pois realmente está impraticável. Não deixem nunca o protetor solar de lado, até mesmo nessas horas onde aparentemente o sol não está tão forte. Segundo o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, o câncer de pele não melanoma é o mais frequente no Brasil, chegando a representar 25% de todos os tumores malignos registrados no país. Você sabia disso?

Outro alerta que faço é com relação à baixa umidade do ar, que é extremamente prejudicial ao corpo, causando até mesmo problemas ao coração. Com a transpiração excessiva para perder calor para o ambiente externo, desidratamos demais, fazendo a frequência cardíaca aumentar de forma excessiva para poder circular um volume de sangue, que está menor nos vasos. É a maneira que o organismo encontra para compensar essa perda, mantendo a intensidade da atividade. Essa sobrecarga cardíaca é muito perigosa. Não se esqueça de se hidratar sempre. Além desse problema, a baixa umidade do ar ainda pode causar complicações alérgicas, sangramento pelas narinas, ressecamento da pele, irritação dos olhos, sensação de garganta seca, cansaço precoce. Se sentir alguns desses sintomas, melhor voltar caminhando para casa!


Infelizmente não podemos “brigar” com o ambiente externo, mas temos algumas alternativas que reduzem muito o risco de algum problema. Procure academias climatizadas ou outros horários que permitam que você faça a sua atividade de forma confortável. São nessas pequenas atitudes que evitamos grandes problemas!

Um abraço a todos

Prof. Esp. Rodrigo Sacilotto
Realizando sonhos!

terça-feira, 20 de maio de 2014

Porque o descanso é tão importante!


Hoje vou falar um pouco sobre descanso pré e pós-treino e descanso a partir de uma boa noite de sono. Como parte da nossa metodologia de ensino, pegamos muito no pé dos nossos alunos por causa desses descansos. São IMPORTANTÍSSIMOS para que os efeitos das sessões de treino, seja qual for, causem os efeitos esperados no organismo ou causem as adaptações esperadas no organismo, evitando também possíveis lesões.
Antes de competições, como a corrida, por exemplo, e isso serve pra qualquer corredor, precisamos estar bem descansados fisicamente e não fazer nenhum tipo de atividade com altas intensidades e longos períodos de duração, para que não causem traumas a níveis celulares (lesões, que podem levar a rompimentos) e utilizem demais nossas reservas energéticas musculares (glicogênio muscular), tudo para que no dia da prova os músculos e essas reservas possam estar até mais do que 100% ideais! Sim, mais do que 100%! De acordo com a periodização de qualquer modalidade, muitas dessas adaptações fazem com que sua capacidade aumente antes de determinadas datas, provocando a chamada supercompensação muscular, levando você a melhorar sua performance!
Dentro desse contexto também tem o sono, e não podemos esquecer-nos dele. Uma noite bem dormida, em média sete horas, causa benefícios que vão influenciar no ganho do seu objetivo. Claro que hoje temos dias corridos, cheio de compromissos que não permitem horas de sono, mas temos que se virar com isso! Não atropele sua saúde, e sim a coloque sempre à frente! Dentre esses benefícios estão à função restauradora natural dos estoques de energia, recuperação, relaxamento e descanso da musculatura, dá qualidade ao sistema nervoso central, fortalece o sistema imunológico e melhora da memória. Quando se fala em hormônios então a coisa fica muito mais interessante! Secreção e liberação de hormônios como o do crescimento que ajuda na hipertrofia muscular, insulina que ajuda na reposição dos estoques de glicogênio muscular (essa é a razão para aumentar a ingestão de carboidratos um ou dois dias antes de corridas, por exemplo, para que se aumentem os estoques de glicogênio muscular), diminuição da produção de cortisol e adrenalina, que são hormônios responsáveis pelo stress (daí a importância no combate a ele) e também no combate a PERDA DE PESO, pois existe o aumento da leptina (hormônio da saciedade) e diminuição da grelina (hormônio do apetite). Enfim, existe uma regulação dos hormônios que deixam nosso organismo afinadinho, sem falar em muitos outros hormônios... o sono é a melhor maneira de se recuperar!!!

O descanso pós-treino completa tudo isso. Se quiser que o treino que você fez surta efeito, ou quer que aquela velha lesão não volte, DESCANSE! Acabou o treino, acabou o quê estava planejado pra fazer, VÁ DESCANSAR! Se alimente bem para repor energias e deixe os músculos respirarem! Dessa maneira com certeza todos os seus objetivos serão alcançados! Descanso faz parte da qualidade de vida, então não se esqueça dele! O sono então nem se fale! Durmam bem!!!

Um abraço a todos!

Prof. Esp. Rodrigo Sacilotto

terça-feira, 13 de maio de 2014

Perguntas da semana!


Hoje vou responder algumas perguntas que surgiram essas duas últimas semanas, com relação a emagrecimento, hipertrofia muscular, corrida e treinamento. Quero deixar claro que dentro de um universo de artigos científicos, estudos, livros e etc, procuro também colocar a filosofia de trabalho que acredito, então tudo que eu citar estará apoiada em experiências praticas no meu dia-a-dia a partir de referências ok! Vamos a ela:

Não consigo correr, pois me falta muito ar. Será que tenho algum problema ou falta um treino personalizado?
O mais provável é que você não deve estar treinando corretamente. A falta de ar aponta que deve estar correndo em um ritmo, em uma velocidade acima do que seu organismo pode manter. Para isso chamamos de hiperventilação. Quando a intensidade da corrida (velocidade) está alta, existe uma liberação muito alta de lactato (ácido lático) no sangue, trazendo o hidrogênio junto. O problema é o hidrogênio, que “polui” nosso sistema. O sistema respiratório dá conta de se livrar disso, mas a partir de uma certa quantidade, acontece a hiperventilação que já está te avisando de que o sistema vai entrar em falência, e só vai melhorar após a interrupção do exercício. Com um treinamento organizado, de acordo com suas capacidades, as adaptações vão ocorrer normalmente e vai conseguir atingir seu objetivo, melhorando esse incômodo!

Quero emagrecer só fazendo musculação, é possível? Não consigo fazer dieta porque passo muita fome...
Sinceramente, vai ser muito complicado. Primeiro, a musculação pode te ajudar a emagrecer sim, de acordo com objetivos pré-estabelecidos. Existem treinos onde o gasto calórico é alto, mas talvez não seja suficiente para que aconteça o débito calórico diário, que é quando você gasta mais caloria do que come. Não adianta ficar duas, três horas na sala de musculação. O ideal é intercalar com atividades cardiorrespiratórias, como a corrida por exemplo, os famosos treinos em circuito. Gasta MUITA caloria, mas sem dieta, provavelmente nada feito!

Existe apenas um treino de hipertrofia muscular?
Não. Na verdade hipertrofia muscular é o aumento no diâmetro da fibra muscular, a partir de uma microlesão no tecido conjuntivo, ou stress muscular. Visto por esse lado, qualquer treino pode causar hipertrofia! O quê muda é o nível de treinabilidade da pessoa. Existem os indivíduos iniciantes e os treinados, então os volumes (número de exercícios, série e repetições) e as intensidades (cargas) devem estar adequados a eles de forma gradativa. Defendo a periodização do treino muscular para que a fibra muscular sempre encontre “choques” diferentes, causando stress e provocando novas adaptações.


Galera, o quê vale muito a pena é a qualidade do seu treino. Faça ele de forma organizada, seguindo as orientações do seu professor e siga sim uma dieta feita por uma nutricionista. Você vai conseguir  seus objetivos, garanto!

Abraço a todos

Prof. Esp. Rodrigo Sacilotto

domingo, 11 de maio de 2014

As supermães da FIT LABORE!!!

As supermães da FIT LABORE!!!

Elas literalmente se viram nos 30...


Olá meus amigos fitlaborianos,

Em um mundo cada vez mais atribulado de afazeres, encaixar uma atividade física na rotina diária de vida é cada vez mais um trabalho para super heróis. Para se ter uma ideia, segundo dados do Ministério da Saúde, somente 40% das mulheres no Brasil são ativas. Ativa não quer dizer que fazem atividade física regularmente, já que nestes dados estão inclusos atividades de lazer. 
A grande reclamação do mundo moderno é que não se tem tempo para nada. Imagina então ser uma mulher que cuida dos filhos, do marido, da casa, trabalha fora, gerencia seu próprio negócio, faz 1001 coisas e ainda investe o tempo para se cuidar! Ah, detalhe, tendo 3 filhos!!! 
Muitas mães com as quais já conversei relatam que com 1 filho já é difícil, imagina 3??? Mas elas conseguem, e dão um banho em muita menina nova que nem filhos tem. São as supermães da FIT LABORE.Elas possuem algumas características em comum e vamos ver quais são:
  1. Não dão desculpas-Apesar do dia a dia investem uma hora do seu dia para cuidarem de si mesmas, sem desculpas.
  2. Elas estão em primeiro lugar- Para cuidar bem dos filhos e maridos, precisam estar bem consigo mesmo.Ouvi isso de uma delas, e acho uma verdade absoluta. Tem que estar feliz e bem consigo mesmo para cuidar do outro.
  3. Planejam bastante- O segredo de conseguirem fazer tudo o que a maioria das mulheres não fazem é o planejamento. Uma leva a filha no ballet e no mesmo horário faz a aula. A outra sai do seu escritório e vai fazer sua atividade física antes de ir para casa. Outra, antes de entrar no consultório vai para a academia fazer seu exercício. Tudo cronometrado e bem planejado.E por ai vai!
  4. Não deixam de curtir a vida- O que eu vejo que elas tem em comum é que estão sempre de bem com a vida! Estão sempre felizes! Se divertem, saem, participam de festas, colocam os maridos para correr junto e com isso fazem da rotina do dia a dia uma coisa agradável. Dou aulas para quase todas e não paro de rir com nossas conversas. Estão sempre de bem com a vida. 
  5. Incluem a família- A família participa ativamente das suas atividades. Sempre que vão a corrida, a família vai junto. Isso se torna essencial para o sucesso da atividade e da manutenção do exercício para as mães. O apoio da família.

Nossas supermães são:

Adriana Orsi - Empresária, Mãe de 3 filhos e Corredora dos 5km 


Juliana Ferrari - Advogada, Mãe de 3 filhos e corredora dos 5km


Paula Tésio-Empresária,  Mãe de 3 filhos, corredora dos 5 e 10k


Marise Guedes- Psicóloga,Mãe de 3 filhos e Corredora dos 5km