quinta-feira, 19 de março de 2015

A cobrança excessiva não é o caminho para o sucesso!




Nos meus vários anos como professor tenho tentado trabalhar além da parte física, também o emocional das pessoas. Sendo com motivação durante as aulas, passando confiança ou simplesmente escutando. Enxergo ser muito importante esse trabalho “paralelo” com o aluno pois podemos agregar mais qualidade de vida a essas pessoas melhorando a autoestima. Se o próprio exercício já tem o poder de mexer com ela, uma palavra, um elogio e até um conselho podem te dar ânimo e bem-estar para continuar a busca pelos objetivos, mesmo que sejam difíceis.

São muitos os aspectos e por vezes complexos. A vida atribulada oscila entre um dia muito bom e um dia péssimo. E isso influência as pessoas de varias maneiras desde a excitação e a ansiedade total até a depressão. Não cabe a nós profissionais da educação física fazer o trabalho do psicólogo, mas somos sim os mais acessíveis para o desabafo daquele dia, naquela hora. E é justamente por estar envolvido em algum momento do dia com diferentes alunos, que podemos criar perfis diferentes, trabalhando além do físico também a mente!

Tenho percebido um perfil interessante em alguns alunos que me intriga e ao mesmo tempo preocupa. São aqueles que se cobram demais. A auto cobrança a princípio é benéfica, pois permite a pessoa procurar seu objetivo respeitando, por exemplo, horários de treino, dietas, e tudo o quê está ao alcance para se chegar a ele. Isso é ótimo, motivador e gratificante, pois vai conseguir chegar onde quiser.

Por outro lado, o excesso de cobrança pode ter efeitos devastadores. Pessoas que se cobram demais tendem a ficar ansiosas e insatisfeitas, achando defeito em tudo. Parece-me lógico que essa insatisfação leva a pessoa ao medo, inflexibilidade e intolerância, e pior, com relação a ela e com relação às pessoas do seu cotidiano, frustrando-se facilmente. Pensar negativamente e ser pessimista é de praxe. Ansiedade? A depressão está logo ali...

Procurei ler sobre isso, mas nada muito específico. É de consenso que as pessoas perfeccionistas são as mais ansiosas e que se cobram demais (me identifiquei, é verdade), frustrando-se muito facilmente, criando barreiras e até desculpas para uma possível falha ou fracasso.


Precisamos ser mais humildes e aproveitar a vida. Fazer o que devemos, mas levar com naturalidade. Não existe um discurso melhor do que colocar a saúde e a vida na frente de todas as outras coisas que pretendemos fazer. Não sou psicólogo, mas posso dizer que a motivação que devemos ter é de seguir tentando sempre e aprender com as desilusões. Tudo pode acontecer no caminho para o seu sucesso e isso inclui o fracasso! Não conseguiu, tente de novo. Machucou? Paciência, procure se tratar e estabeleça outros objetivos! Não conseguiu chegar naquele peso, naquela distância ou colocar aquela roupa? Vai em frente com alegria! Viva intensamente e faça amigos, viagens, gaste dinheiro! Se cobre muito pra ir a uma festa, mas nunca por não conseguir realizar aquela corrida daquela maneira! Se você está percebendo que se cobra demais, comece a ver o outro lado e aproveite os momentos de satisfação que a vida lhe proporciona. Vai ver que tudo será diferente!

Até a próxima
Prof. Esp. Rodrigo Sacilotto

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Supermães da FIT LABORE!!!!!

Olá meus amigos fitlaborianos,

Em um mundo cada vez mais atribulado de afazeres, encaixar uma atividade física na rotina diária de vida é cada vez mais um trabalho para super heróis. Para se ter uma ideia, segundo dados do Ministério da Saúde, somente 40% das mulheres no Brasil são ativas. Ativa não quer dizer que fazem atividade física regularmente, já que nestes dados estão inclusos atividades de lazer. 
A grande reclamação do mundo moderno é que não se tem tempo para nada. Imagina então ser uma mulher que cuida dos filhos, do marido, da casa, trabalha fora, gerencia seu próprio negócio, faz 1001 coisas e ainda investe o tempo para se cuidar! Ah, detalhe, tendo 3 filhos!!! 
Muitas mães com as quais já conversei relatam que com 1 filho já é difícil, imagina 3??? Mas elas conseguem, e dão um banho em muita menina nova que nem filhos tem. São as supermães da FIT LABORE.Elas possuem algumas características em comum e vamos ver quais são:
  1. Não dão desculpas-Apesar do dia a dia investem uma hora do seu dia para cuidarem de si mesmas, sem desculpas.
  2. Elas estão em primeiro lugar- Para cuidar bem dos filhos e maridos, precisam estar bem consigo mesmo.Ouvi isso de uma delas, e acho uma verdade absoluta. Tem que estar feliz e bem consigo mesmo para cuidar do outro.
  3. Planejam bastante- O segredo de conseguirem fazer tudo o que a maioria das mulheres não fazem é o planejamento. Uma leva a filha no ballet e no mesmo horário faz a aula. A outra sai do seu escritório e vai fazer sua atividade física antes de ir para casa. Outra, antes de entrar no consultório vai para a academia fazer seu exercício. Tudo cronometrado e bem planejado.E por ai vai!
  4. Não deixam de curtir a vida- O que eu vejo que elas tem em comum é que estão sempre de bem com a vida! Estão sempre felizes! Se divertem, saem, participam de festas, colocam os maridos para correr junto e com isso fazem da rotina do dia a dia uma coisa agradável. Dou aulas para quase todas e não paro de rir com nossas conversas. Estão sempre de bem com a vida. 
  5. Incluem a família- A família participa ativamente das suas atividades. Sempre que vão a corrida, a família vai junto. Isso se torna essencial para o sucesso da atividade e da manutenção do exercício para as mães. O apoio da família.


Nossas supermães são:

Adriana Orsi - Empresária, Mãe de 3 filhos e Corredora dos 5km 

Juliana Ferrari - Advogada, Mãe de 3 filhos e corredora dos 5km

Paula Tésio-Empresária,  Mãe de 3 filhos, corredora dos 5 e 10k


Marise Guedes- Bancária,Mãe de 3 filhos e Corredora dos 5km

Definição do corpo e o que fazer! O que muita gente quer....



Olá meus amigos fitlaborianos,

Acha mesmo Personal Trainer Caro??? Nem tudo o que reluz é ouro.....

Acha mesmo Personal Trainer Caro???

                                                         Nem tudo o que reluz é ouro.....

Olá meus amigos fitlaborianos,

Li recentemente um texto na internet que achei o máximo e que condiz muito com a realidade do nosso mundo e do que buscamos para as nossas vidas. Muita gente ainda acha a contratação de um Personal Trainer caro, mas muitos gastam muito mais em remédios e medicamentos para a solução dos seus problemas de saúde. Será mesmo? Delicie-se com esta reflexão moderna!

Adaptado por Rogério Cardoso de Barros,

As 5 melhores dicas para EMAGRECER!!!!

As 5 melhores dicas para EMAGRECER!!!!

                                                               Ahhhhhh, eu quero isso!!!!



Olá meus amigos fitlaborianos,

O sonho de qualquer pessoa que esta acima do peso é o emagrecimento. Praticamente todos os dias, ouço isso de uma pessoa, seja meu aluno ou um amiga/o. O mais importante é que gosto sempre de colocar as questões em tópicos, pois assim se quisermos, podemos aos poucos ir colocando a cada semana uma destas dicas e melhorar as chances do seu emagrecimento. Vamos lá?
  1. Caminhar 45 minutos por dia- A razão pelo qual eu digo isso é que acabou de sair uma pesquisa da Universidade de DUKE, na qual os pesquisadores confirmaram que caminhar 45 minutos por dia ou tendo um gasto calorico de 300 calorias diárias, pode ajudá-lo ao final de um ano, perder 30 quilos mesmo mantendo a dieta que faz normalmente. Logicamente, isso acontece por causa do metabolismo que fica alto por estar trabalhando diariamente sua musculatura. Mas tem que manter a mesma dieta.
  2. Encontre um amigo- Um recente estudo da Universidade de Vermont, mostrou que quando você publica seus feitos, ou compartilha experiencias relacionadas ao exercício com pessoas que passam pela mesma situação que você, as chances de se manterem no exercício e terem sucesso aumenta em 40%. Poste mesmo e mande um beijo no ombro de quem não gosta que poste o que fazer de exercício.
  3. Como sempre antes vegetais e legumes- Em tempos passados, nossos pais e avos começavam a comer sempre pela salada. Atualmente esta pratica não acontece mais da mesma forma.Pesquisas demonstram que você consumindo vegetais e legumes antes, diminui em 30% as calorias no seu prato. 
  4. Evite alimentos brancos- Há um consenso nas mais recentes pesquisas sobre os malefícios dos alimentos brancos como farinha branca, açúcar e carboidratos simples elevam o seu nível de açúcar no sangue, dificultando o seu emagrecimento.Um estudo da Universidade de Harvard mostrou que as pessoas que trocavam os alimentos brancos pelos integrais diminuíam em 40% a probabilidade de excesso de peso. Pode ser uma boa alternativa!
  5. Coma só quando sentir fome- Vivemos num mundo onde a angustia e nervosismo faz parte da rotina das pessoas e a comida acaba sendo a solução para minimizar estes males.  Pesquisa da Universidade de Oregon, mostrou que a correria do dia a dia faz com que as pessoas consumam até 25% a mais de calorias do que em um dia normal e quando comem, comem em forma de snacks ou besteiras, como doces ou chocolates. Tenha sempre em mãos, frutas, nozes, castanhas e alimentos com baixo índice glicêmico para te ajudar nisso.
A alimentação é muito importante para o seu emagrecimento, por isso a maioria dos estudos falam sobre a alimentação para o emagrecimento. Mas lembre-se que com o exercício físico o efeito de potencializar o emagrecimento aumenta. Para isso se quiser uma ajuda, pode contar comigo, seu amigo para te ajudar no emagrecimento. Me envie um email: rogercbarros@yahoo.com.br ou me adicione no facebook. Terei o maior prazer em lhe ajudar!

Comprometido com o seu sucesso!

Prof. Esp. Rogério Cardoso

Artigo do Prof. Rogerio Cardoso para a Revista da APM- Cuidados com o verão

O horário de verão foi embora...mas o calor....

Olá meus amigos fitlaborianos,

Hoje convido a todos para realizarem a leitura no meu artigo que foi para a Revista da Associação Paulista de Medicina, a APM. Um abraço e até a próxima!




Se você quiser alguma ajuda para a saude ou emagrecimento, entre em contato comigo, me envie um email para rogercbarros@yahoo.com.br ou me adicione no facebook. Terei o maior prazer em lhe ajudar!

Comprometido com o seu sucesso!

Prof. Esp. Rogério Cardoso

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Somos feitos para envelhecer!



Vamos envelhecer! Essa é a única certeza que temos com relação ao futuro não é? O tempo vai passando e vamos admitindo e se conformando com isso...ou quase! Algumas pessoas são mais resistentes à idade e aos efeitos, tentando de todas as maneiras esconder ou retardar o envelhecimento, procurando (a grande maioria delas) opções estéticas até certo ponto pesadas para o bolso, mas que satisfazem o desejo de se sentir jovem. Intervenções cirúrgicas, tratamentos caríssimos e produtos sofisticados. Tudo para que a “idade” passe despercebida aos olhos...dos outros!!! Hoje em dia homens e mulheres não medem esforços para fazer você acreditar que estão física e esteticamente jovens. E tomem cuidados, pois perguntar a idade é uma pergunta indiscreta e até certo ponto ofensiva! Atenção mulheres, vocês estão com a esmagadora maioria da população que recorre a esses meios. Faço uma pergunta: e a saúde?

Fisiologicamente, o corpo está programado para isso acontecer. É um processo natural, onde num determinado momento as células do nosso corpo não conseguem se renovar mais. Isso causa mudanças significativas no nosso organismo e o hábito alimentar descontrolado, excesso de exposição ao sol, falta de exercício físico, stress, o fumo e o álcool aceleram ainda mais esse processo.  Perda da elasticidade da pele, queda de cabelo, diminuição da visão e da audição, enfraquecimento ósseo e muscular, diminuição das funções sexuais, diminuição da velocidade de raciocínio e perda de memória e redução da capacidade dos órgãos vitais como coração, pulmões e os rins são os sintomas mais evidentes do declínio. Com certeza, ficamos também mais suscetíveis às doenças, pois nosso sistema imunológico fica fraco. Naturalmente irreversível.

Claro que as pessoas querem se sentir jovens e bonitas e procurar isso é muito bom desde que se procure saúde e qualidade de vida. Não vamos viver 200 anos, mas podemos viver 80 magnificamente! Lembre-se que quanto mais forte, ativo e saudável você estiver mais devagar serão os efeitos do envelhecimento. Quanto mais jovem você começar a se preocupar com a saúde, mais longa será sua vida!


A estética é muito importante sim, não podemos deixar de lado, mas procure investir mais na sua saúde, fazendo atividades físicas regulares e procurando hábitos alimentares saudáveis. Busque a leitura como uma forma de manter o cérebro ativo. Sabia que aqueles livrinhos de palavras cruzadas são ótimos para o raciocínio? Evite os excessos, trabalhe o suficiente e de a devida atenção ao sono. Cultive as amizades e a família. Com certeza nosso envelhecimento será lento, confortável e prazeroso! 

Um abraço meus queridos!

Prof. Esp. Rodrigo Sacilotto

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Treinamento muscular não é malabalismo!




Nesse ano completo dez anos como professor de musculação, personal trainer e preparador físico. Por minhas andanças, dei aulas em duas academias, fui preparador físico de taekwondo e handebol e hoje procuro me especializar em ser técnico de corrida de rua. Posso dizer que vi e ouvi muitas coisas sobre treinamento, exercícios, artigos, etc. Com o tempo, estudos, práticas do dia-a-dia e respostas dos alunos com relação aos vários tipos de treinamento, fui criando o meu conceito e a minha metodologia de trabalho. Tudo de acordo com a experiência e sempre apoiado nos artigos científicos randomizados, que nos dão suporte para diversas situações. Posso falar que me assusto com o quê tem se divulgado na mídia por meio de vídeos, por exemplo, sobre exercícios e tipos de treino que ditos profissionais aplicam sobre seus alunos. Pior que estão sendo copiados por outros profissionais sem uma linha de estudos, e os clientes/alunos acabam sendo seduzidos.


Hoje existem algumas variações de treino que a partir dos estudos, podemos aplicar nos alunos de acordo com sua necessidade, como por exemplo, exercícios pliométricos (saltos), proprioceptivos (instabilidade), cross-fit e os famosos exercícios funcionais. Cada um com sua especificidade e particularidade. Mas o quê se tem visto por ai são mistos de alguns desses exercícios, aplicados em protocolos de treino que não condizem com seu objetivo, muitas vezes para embelezar o programa do que para efetivamente dar resultado. Você pode se lesionar, vai pagar por um produto que não vai lhe trazer benefício nenhum, ou vai lhe trazer um benefício que não é o que está procurando. Cuidado com esses vídeos da internet que mostram treinos revolucionários! Nada substitui o “arroz com feijão” da musculação, suas variações e máquinas! Nenhum exercício em si é responsável por dar aquele “RESULTADO” tão esperado! O segredo está no conjunto da obra PERIODIZAÇÃO, TREINAMENTO, INDIVIDUALIDADE, ESPECIFICIDADE E NUTRIÇÃO! Posso ficar aqui descrevendo vários aspectos para que você atingir seu objetivo, ou relatar péssimas opções de exercícios que tenho visto, mas prefiro resumir em uma coisa: procure um profissional com boas referências, experiência e conteúdo. Nunca vai se arrepender! Musculação não é marabalismo!

Um abraço a todos

Porf. Esp. Rodrigo Sacilotto

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Dúvidas dos alunos! Não consigo correr, falta alguma coisa? Consigo emagrecer só com treinamento? 3 x 10 é treino de hipertrofia!

Hoje vou responder algumas perguntas que surgiram essas duas últimas semanas, com relação a emagrecimento, hipertrofia muscular, corrida e treinamento. Quero deixar claro que dentro de um universo de artigos científicos, estudos, livros e etc, procuro também colocar a filosofia de trabalho que acredito, então tudo que eu citar estará apoiada em experiências praticas no meu dia-a-dia a partir de referências ok! Vamos a ela:

Não consigo correr, pois me falta muito ar. Será que tenho algum problema ou falta um treino personalizado?



O mais provável é que você não deve estar treinando corretamente. A falta de ar aponta que deve estar correndo em um ritmo, em uma velocidade acima do que seu organismo pode manter. Para isso chamamos de hiperventilação. Quando a intensidade da corrida (velocidade) está alta, existe uma liberação muito alta de lactato (ácido lático) no sangue, trazendo o hidrogênio junto. O problema é o hidrogênio, que “polui” nosso sistema. O sistema respiratório dá conta de se livrar disso, mas a partir de uma certa quantidade, acontece a hiperventilação que já está te avisando de que o sistema vai entrar em falência, e só vai melhorar após a interrupção do exercício. Com um treinamento organizado, de acordo com suas capacidades, as adaptações vão ocorrer normalmente e vai conseguir atingir seu objetivo, melhorando esse incômodo!

Quero emagrecer só fazendo musculação, é possível? Não consigo fazer dieta porque passo muita fome...

Sinceramente, vai ser muito complicado. Primeiro, a musculação pode te ajudar a emagrecer sim, de acordo com objetivos pré-estabelecidos. Existem treinos onde o gasto calórico é alto, mas talvez não seja suficiente para que aconteça o débito calórico diário, que é quando você gasta mais caloria do que come. Não adianta ficar duas, três horas na sala de musculação. O ideal é intercalar com atividades cardiorrespiratórias, como a corrida por exemplo, os famosos treinos em circuito. Gasta MUITA caloria, mas sem dieta, provavelmente nada feito!

Existe apenas um treino de hipertrofia muscular?

Não. Na verdade hipertrofia muscular é o aumento no diâmetro da fibra muscular, a partir de uma microlesão no tecido conjuntivo, ou stress muscular. Visto por esse lado, qualquer treino pode causar hipertrofia! O quê muda é o nível de treinabilidade da pessoa. Existem os indivíduos iniciantes e os treinados, então os volumes (número de exercícios, série e repetições) e as intensidades (cargas) devem estar adequados a eles de forma gradativa. Defendo a periodização do treino muscular para que a fibra muscular sempre encontre “choques” diferentes, causando stress e provocando novas adaptações.


Galera, o quê vale muito a pena é a qualidade do seu treino. Faça ele de forma organizada, seguindo as orientações do seu professor e siga sim uma dieta feita por uma nutricionista. Você vai conseguir  seus objetivos, garanto!

Abraço a todos!

Prof. Esp. Rodrigo Sacilotto


terça-feira, 15 de julho de 2014

Homens X mulheres: grandes diferenças, excelentes semelhanças!


Há muito tempo essa é uma discussão que já foi indiscutível, depois discutível e agora é relativo!!! A diferença entre homens e mulheres! Discussão difícil, principalmente se colocarmos frente a frente em uma mesa, as duas “espécies”. Sim, espécies, pois são tantas as diferenças que só podemos ser de outros mundos que pousaram suas naves aqui, e de lá pra cá conseguiram se procriar, mas gerando seres... diferentes!!! Os homens com seu futebol na TV, cerveja, carros e produtos eletrônicos e as mulheres, com seus cosméticos, cabelos, roupas, bolsas e perfumes. Mas a parte esses detalhes, fisiologicamente e anatomicamente somos iguais em algumas coisas e diferentes em outras. Vamos discutir algumas diferenças aqui, fazendo um paralelo com a atividade física.

As mulheres possuem uma menor densidade óssea e menor índice de massa corporal quando comparadas com os homens, e menor densidade muscular. Dai a grande diferença na força e na potência em várias modalidades.

Devido a formação da pelve ser mais larga e redonda nas mulheres, os joelhos se aproximam e os tornozelos se distanciam, como num movimento de pronação (pra dentro). Isso faz com que exista uma força de contração maior nos músculos vasto laterais do que nos mediais, levando muitas vezes a lesões na articulação do quadril devido a essa instabilidade. Já conheci casos de lesões nessa região, principalmente em mulheres corredoras que exageraram no esforço (overtraining), ou não tinham a devida preparação. Estudando sobre o assunto achei muita semelhança, já que dificilmente se registram casos em homens. O devido fortalecimento, principalmente para a região medial dos membros inferiores (adutor, vasto medial), juntamente com um trabalho de propriocepção muscular pode resolver esse problema!

Tanto os homens quanto nas mulheres tem a produção de um hormônio chamado relaxina (olha a semelhança!), responsável por várias funções como a produção do colágeno, e o aumento da elasticidade e do relaxamento dos músculos, tendões e ligamentos.  Nas mulheres, existe o aumento da sua secreção durante o ciclo menstrual e durante a gravidez em até dez vezes, devido à preparação para o parto. No homem, quase não se mensura. Dai vem o maior problema: nas mulheres a relaxina causa uma maior frouxidão ligamentar das articulações, causando uma maior instabilidade, levando a lesões, diferente nos homens. Mais um motivo para os cuidados com trabalhos de força durante o ciclo menstrual e a gestação, e também a constante manutenção da massa magra;

O tecido adiposo tem várias funções fisiológicas, e é um importante armazenador de gordura, como todos sabem. Tanto homens quanto as mulheres tem seus estoques pra lá de cheios, diga-se de passagem, de acordo com seus hábitos (semelhança!). Porém as mulheres tem um maior acúmulo de gordura por ter menos massa magra que os homens. O tecido muscular é altamente ativo metabolicamente, necessitando de muita energia para realizar determinadas atividades como a corrida. Inevitavelmente, os homens gastam mais calorias que as mulheres. Outro fator determinante é com relação ao hormônio estrógeno. Nas mulheres, é um dos hormônios mais importantes e que determina várias atividades, como a queima de calorias. Pesquisas mostram que mulheres sobre estresse produzem menos estrógeno, diminuindo ainda mais o gasto calórico. Mais uma vez a importância de atividades físicas como a musculação para o aumento e manutenção da massa magra nas mulheres, para se aumentar o metabolismo basal (também nos homens é claro), e atividades que “descarregam” o stress, como a corrida e a dança como exemplos.


Poderia ficar aqui enumerando diferenças físicas e fisiológicas entre homens e mulheres, mas a proposta desse artigo era a de comentar sobre algumas das mais importantes e que nos definem todos os dias. Mas as diferenças e as semelhanças não definem foco, superação e força de vontade: isso vem de dentro de cada um de nós e não se diferencia sobre os sexos. Acredite em você e vislumbre as possibilidades!! Homem ou mulher, todos somos iguais perante Deus, e as vitórias que as conquistas nos trazem serão sempre únicas!

Abraço a todos

Prof. Esp. Rodrigo Sacilotto